Recreio da Juventude quebra jejum de nove anos e conquista três títulos brasileiros de Judô

Recreio da Juventude quebra jejum de nove anos e conquista três títulos brasileiros de Judô
Campeonato sub-13 e sub-15 foi disputado em Curitiba. (Créditos: Bruno Luis Brandão)

Campeonato sub-13 e sub-15 foi disputado em Curitiba, no sábado, 30, e domingo

Via assessoria de imprensa

O Judô do Recreio da Juventude rompeu mais uma vez a fronteira do Rio Grande do Sul. Neste sábado, 30, e domingo, em Curitiba, o Clube conquistou três medalhas de ouro no Campeonato Brasileiro de Judô sub-13 e sub-15. As conquistas encerraram um jejum de nove anos sem ter um campeão nacional em seu quadro do judô convencional.

A primeira conquista do Recreio veio no sábado, na categoria sub-15. No peso médio, Yago Obroslak, que em agosto conquistou o título Pan-Americano da categoria, confirmou o bom momento e garantiu o lugar mais alto do pódio. No domingo, os campeões brasileiros vieram no sub-13. Primeiro, com Artur Bisotto, no peso meio-médio. O último ouro do Clube em Curitiba veio com Fabio Emer, no peso médio.

A delegação do Recreio da Juventude contou com 11 atletas, acompanhados pelos técnicos Giovani Cruz, Gustavo Grazziotin e Hiago Pirolo.

– Em março, reunimos o pessoal e realizamos nosso planejamento para as classes sub-13 e sub-15. Eles sabiam que, para querer chegar, teriam que “comer tatame”, e assim foi. Treinos em finais de semana, feriados e treinamentos de campo fora da cidade. Plantamos a semente e agora vamos recolher alguns frutos. Mas tem muitos brotinhos que estão germinando e a certeza de que essa geração vem forte – afirmou o Giovani Cruz.

A temporada 2023 do Judô do Recreio da Juventude vem consagrando o excelente trabalho do departamento. Além dos três campeões brasileiros e do título pan-americano de Yago, o Clube também quebrou a hegemonia das equipes de Porto Alegre e conquistou uma das etapas do Circuito das Copas RS, na Copa Caxias, e chegou no top 10 da Copa Minas Tênis Clube, umas das principais competições do país. No Judô Paralímpico, Marcelo Casanova conquistou o bronze nos Jogos Mundiais da IBSA (Federação Internacional de Esportes para Cegos) e foi convocado para os Jogos Parapan-Americanos de Santiago-CHI, em novamebro, além de seguir no top-5 do ranking mundial na busca por uma vaga nos Jogos Olímpicos de Paris.

O Judô é uma das modalidades do projeto Recreio da Juventude – Despertar Olímpico e tem o apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC).

Esta ação integra o projeto Recreio da Juventude – Suporte ao Atleta em Formação, financiado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio do PRÓ-ESPORTE/RS LIE.

Releases

Matérias enviadas por assessorias de imprensa. Envie seu release para o e-mail: peleiammacontato@gmail.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *